laranja
Deixe um comentário

Navegar é preciso, mas nem sempre. Viver não é preciso, nunca.

Navegar é preciso, mas nem sempre. Viver não é preciso, nunca.

Sim comemorar é preciso. E precisa é a conta. 303 foram a favor e 184 disseram não a redução da maioridade penal. É muita precisão.

Conseguimos barrar até agora, mas com esse placar não conseguiríamos aprovar se fosse uma pauta de interesse. Estamos em minoria por conta de uma maioria midiática chamada de opinião pública.

Não sei se é para aplaudir ou para chorar.

Dentre tantas falas absurdas da noite um deputado que muda seu voto por conta de uma capa da Veja, nem me espanta. Tantas caras conhecidas se vangloriando de anos de serviço e desserviço prestados aquela casa, casos particulares fora do contexto sendo usados para sensibilizar os presentes … poucas falas sobre quem realmente ganha com a redução da maioridade penal!

Ufa,

Entre os significados dos poetas sobre precisar e precisão,

Precisamos ser precisos.

Pois navegar é preciso – mas nem sempre por conta das tempestades

Viver não é preciso, nunca, vivemos de sobressaltos e a precisão passa longe da vida.

Enquanto isso no senado!

Anúncios
Este post foi publicado em: laranja

por

andeira que sou ando. ando, escrevo, leio e curto a estrada. de pés descalços vou seguindo a vida, abrindo a janela quando chove e com uma mala sempre pronta pra seguir. Partir é parte do caminho e chegada nem sempre o fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s