laranja
Deixe um comentário

não me chame pra ir pra rua, não posso ir para um lugar onde já estou!

não preciso de líder, pois já sei o caminho (e quando não sei, caminho junto para achar)
não preciso de porta voz – tenho a minha própria voz pra gritar bem alto contra o totalitarismo.
sou multi e multi são os gritos,
não da pra ser um gritou único enquanto houver – diferença social, racial, sexual …
não vá pra rua pelas mulheres, nos já estamos aqui!
não vá pra ruas pelos gays nos já estamos juntos!
não vá pra rua  pelos negros, pois o seu “eles” somos todos nós!
não vá pra rua só por alguma religião pois somos muitas!
não vá pra rua por mim, eu sei gritar e não vou estar sozinha!
Somos muitos e todos os gritos tem que ser ditos pelas suas próprias bocas,
sem porta voz.
não vou pra rua só por um grito vou pra rua, para que todos os gritos sejam ouvidos.
não me chame pra ir pra rua,  não posso ir para um lugar onde já estou!
Anúncios
Este post foi publicado em: laranja
Etiquetado como:

por

andeira que sou ando. ando, escrevo, leio e curto a estrada. de pés descalços vou seguindo a vida, abrindo a janela quando chove e com uma mala sempre pronta pra seguir. Partir é parte do caminho e chegada nem sempre o fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s