destaque, escrevendo
Deixe um comentário

Drummond me invadindo.

Drummond me invadindo.
só posso concordar com o poeta, não preciso rimar sono com outono, se posso rimar sono com carne.
sim Drummond disse e eu repito
“estes poetas são meus …
estes poemas são meus”
finda a era de peixes e o tempo é agora dentro do aquário.
o tempo finda mas não tem fim

Anúncios
Este post foi publicado em: destaque, escrevendo
Etiquetado como:

por

andeira que sou ando. ando, escrevo, leio e curto a estrada. de pés descalços vou seguindo a vida, abrindo a janela quando chove e com uma mala sempre pronta pra seguir. Partir é parte do caminho e chegada nem sempre o fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s