Há dias longe de BH resolvo ligar a tv e ver uma janela . recortada . do mundo.

já havia escutado, aqui e ali, que as capitais do Brasil e outras cidades do mundo estavam empolvorosas. Antes de vir pro Vale do Aço ja tinha visto a manifestação em SP

Ligo a TV , 3 canais pegam mal. que bom , virando a antena daqui pra lá , PEGOU a Record.não sei quem era a jornalista que fazia a cobertura, mas o tom da voz me parece jovem! talvez ela, assim como eu, nunca tenha visto algo tão grande. Igual eu ja vi, pois sou LARANJA! fiquei feliz demais. Procurei as carinhas conhecidas e fiquei mais feliz por não conhecer ninguem. gente nova nas ruas….. da-le!

estamos todos por aí.

quando acabou a cobertura fui pra Rua e no buteco da esquina o assunto era o POVO DA CAPITAL! falei orgulhosa que se estivese em BH era nas ruas que eu estaria. Algum silêcio quase constrangedor, enfim uma perguntou por que? uai! porque  SOMOS TODOS LARANJAS, e as causa socias devem estar a frente das individuais, que na verdade se tornam particulares quando melhoraram a vida de TODOS

que bom que aqui nao pega bem a GLOBO!!!! pois a novela não deve ter deixado de passar!
aqui so pega record
Fui pra internet ver outro recorte, não tenho mais facebook, então acho que vi pouco! LARANJAS, sei da importancia das redes nesse tipo de mobilização, mas vamos quebrar essa barreira também. Site do FORA foi minha primeira busca., nada fui para os emails. BAixo BAhia na convocação uhuuuuu!

Só não me mandem abaixo assinado para proibir bala de borracha por conta de jornalista que foi atingido. (não quero jornalista sendo agredido)
mas e quantos trabalhadors estão sendo atingidos com balas de borracha, bala de verdade e cacetete….
E manifestantes estão sendo encurralados
E quantos moradoresde rua estão sendo ….
E as invasões
E os professores
E os artesãos.
Os jornalistas são mais um, por quem vamos brigar.

Mas por todos e não por UNS!

Andeira como sempre, em breve dou um chego por ai.
Por aqui, só alegria.

Andreia Costa

Author

andeira que sou ando, escrevo, leio e curto a estrada. de de pés descalços vou seguindo a vida, abrindo a janela quando chove e com uma mala sempre pronta pra seguir. partir é parte do caminho e chegada nem sempre o fim! andeira costa

Write A Comment