Andeira que sou gosto muito de você, não me perdoaria ter que te deixar sem uma bela despedida ! Obrigada por todos os caminhos que me levou, obrigada por cada vez que você protegeu meu dedão naquelas horas de topada bruta. Obrigada por cada segurada que você deu nas derrapadas em descidas sem fim. Obrigada por proteger meu pé naquelas águas baixas. Obrigada por me aquecer quando te levei pro frio demasiado [e olha que nem era sua melhor performance]. Nas muitas horas que eu caminhei só, foi em você que eu confiei!
Obrigada!

Na nossa última pernada você também brilhou, trilha de 18 km, passando pelas cachoeiras das Andorinhas e da Nana em Morro do Pilar, Minas Gerais. Uns 500m de desnível, pedra, terra, areia, bunda no chão, capim espinhento, alcaçuz pra refrescar! assim a despedida

Valeu cada topada que eu dei com você nesses últimos anos, mas chegou sua hora de parar. Uma hora chegará a minha também! Te deixo descansar, antes que você me deixe na mão, não seria um final feliz para uma história tão bonita!

Certamente ainda podemos nos encontrar em umas praças ou parques, mas pra estrada vão ficar apenas as lembranças!

[no início era o tênis, depois veio a bota de shopping e na vivência chegou a Salomon pra me levar adiante]! sendo assim, já foram duas aposentadas! agora vou pra minha terceira e que não será a última!! terminamos juntas e inteiras essa jornada e me despeço!!  Enfim, minha Bota, você é andeira demais! Valeu!

#andeira #morrodopilar #estradareal #cahoeiradasandorinhas #cachoeiradanana #serradocipo #trilhasdeminas #mulheresnatrilha #salomom #andoviajando

Despedida da minha bota na trilha para Cachoeira das Andorinhas no Morro do Pilar.
Author

andeira que sou ando, escrevo, leio e curto a estrada. de de pés descalços vou seguindo a vida, abrindo a janela quando chove e com uma mala sempre pronta pra seguir. partir é parte do caminho e chegada nem sempre o fim! andeira costa

Write A Comment