Category

(a) escrevo

Category

A cidade que eu quero tem urgências que não são as minhas

A cidade que eu quero escuta e constrói junto

A cidade que eu quero não tem medo errar, mete as caras e radicaliza

A cidade que eu quero olha pro lado e não pra cima.

A cidade que eu quero não negocia com PM o trancamento de rua – pois os opressores não negociam a violência.

A cidade que eu quero, enfrenta.

A cidade que eu quero não negocia privilégio, denuncia.

A cidade que eu quero não recebe favores, recusa.

A cidade que eu quero não negocia direitos, exige.

A cidade que eu quero não recebe convite pra festa popular, ocupa.

A cidade que eu quero, ouve

A cidade que eu quero, fala

A cidade que eu quero não decepciona

A cidade que eu quero é a cidade que queremos.

Meu sentimento é que estamos agora em um trem, daqueles que dá pra correr e segurar nas laterais e pular pra dentro! Tem uns escorregões, umas pedras soltas nos trilhos! Mas agora estamos no último vagão, vendo a…

Feminista, eu? Pois bem, quem me conhece sabe que eu não faço parte dos movimentos feminista de bh, e essa é uma decisão particular que eu pretendo deixar no particular mesmo. Assim como eu também não vou a…

eu me reconheço no frio, nos abraços, no aconchego, nos dengos! no calor. eu me reconheço nas cores alegres, tristes, frias e quentes. eu me reconheço no orvalho que prepara o dia na noite. eu me reconheço mulher…